Carlos Reys iniciou a sua carreira artística no desenho e na pintura há mais de trinta anos. Sabendo evoluir pela temática, pela técnica e pelo estilo, não cessa de nos surpreender.

Na juventude, as preocupações sociais foram o ponto fulcral da sua obra. Os seus trabalhos eram apreciados pela sinceridade e força expressas. Sabendo distanciar-se dos temas predominantemente regionalistas, Carlos Reys, em exposições sucessivas, atingiu profundidade e foi à essência da suas preocupações estéticas.

Cultivando-se sempre, foi divulgador de Arte em programas de rádio, abordando a temática da Arte nas Civilizações Milenárias. Daí resultou maturidade e uma economia de meios que, aliados ao seu traço pouco comum, atingem uma Arte espontânea e universal capaz de abraçar, de um só gesto a unicidade de tempo – espaço, aliando Oriente – Ocidente e a Pré-história com a actualidade.

Sérgio Bento